• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

A contribuição do sexo no envelhecimento saudável

Entre os inúmeros fatores associados ao bem estar depois dos 50 anos, sexo é uma delas! Portanto, uma frequente atividade sexual está diretamente relacionada ao envelhecimento saudável. O tema do envelhecimento populacional é decorrente do aumento da expectativa de vida. Importante conquista em nível global. Contudo, discute-se atualmente a urgente necessidade de agregar qualidade aos anos de vida ganhos. 

Pesquisa feita na Inglaterra concluiu que e a melhoria da qualidade de vida para os homens também está relacionada a longevidade sexual

O estudo inglês foi realizado com 7 mil pessoas, entre homens e mulheres em idades que variaram de 50 a 89 anos. A pesquisa verificou que a associação com a qualidade de vida, para as mulheres, está mais ligada a beijos e carícias frequentes e para os homens à prática sexual  periódica. Estes fatores foram considerados importantes e contribuem para os resultados positivos de saúde e envelhecimento saudável. Os pesquisadores responsáveis pelo estudo consideraram como atividade sexual frequente o ato de ter relacionamentos sexuais mais que duas vezes por mês.  

O Dr. Lee Smith, pesquisador da Universidade Anglia Ruskin, que também participou da pesquisa, revelou que estudos anteriores já sugeriam o que este estudo revelou. Contudo, a frequente atividade sexual promove ainda mais benefícios para o bem-estar psicológico. Aumenta a qualidade de vida, melhora a saúde mental, além de diminuir o risco de câncer e ataques cardíacos. Afirma o pesquisador. 

Quanto maior o prazer sexual maiores as chances de um aumento da longevidade. Portanto, este fator indica que a atividade sexual frequente em pessoas com mais de 50 anos é benéfico para o sistema de saúde como um todo.

Daí a importância em dar atenção aos problemas relacionados à saúde sexual masculina. Entre os principais estão a ejaculação precoce e disfunção erétil. Os cuidados para se ter uma vida sexual saudável na velhice aumentam a qualidade de vida. No entanto, dados mostram que a atividade sexual tende a cair bastante conforme os anos passam. Portanto, aos primeiros sintomas de que algo não está bem em relação à sua saúde sexual procure orientação médica. Não é porque você está envelhecendo que tem que abandonar o sexo. Com a chegada da idade, atividades sexuais podem ser diferentes e melhores. Pois, você tem mais tempo, menos interrupções e já sabe o que lhe agrada.

A informação aliada a tratamentos modernos vão aumentar ainda mais a sua longevidade sexual e qualidade de vida! Portanto, não perca tempo! Ligue para a Master Medical Group :  4000-1094. 

 

    

 

19 de agosto de 2019