• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

O que é saúde sexual? Saiba como manter a sua saudável!

Já parou para pensar quanto o sexo faz parte da vida? Considerada por médicos e biólogos como uma das necessidades básicas do ser humano, a atividade sexual é cercada de tabus impostos pela sociedade.

Um dos problemas que mais afetam a saúde sexual masculina é a impotência sexual, como é comumente chamada a disfunção erétil, caracterizada pela dificuldade recorrente do homem em manter a ereção durante o ato sexual. Quando os episódios ocorrem repetidas vezes, o homem deve procurar ajuda multidisciplinar de médicos para avaliarem o quadro para orientar o melhor tratamento.

Quando falamos em saúde sexual masculina é preciso entender que é um problema mais comum do que muitos pensam. Cerca de 50% dos homens acima dos 40 anos podem apresentar alguma dificuldade relacionada às ereções. Fatores como hipertensão arterial, sedentarismo, tabagismo, obesidade, alterações hormonais, alcoolismo e drogas também levam a disfunção erétil. 

Entre os jovens, as causas psicoógicas são mais comuns quando acontecem problemas de ereção. Nem todos os homens que sofrem vez ou outra de problemas de ereção tem disfunção erétil. Por isso, é tão importante uma avaliação clínica especializada para tratar o problema. E são várias as possibilidades de tratamento! 

Seja como for, alguns maus hábitos da vida moderna têm prejudicado a saúde sexual da população de uma maneira geral. A falta de tempo, o estresse, a obesidade, o diabetes, a má alimentação e os transtornos psicoemocionais (como a depressão) são alguns deles. 

Pensando em ajudar os homens a tornarem o sexo mais prazeroso e saudável selecionamos algumas sugestões que podem ser muito úteis. Confira!

Dedique um tempo para o sexo

Sexo não é um elemento supérfluo em nossas vidas. O exercício da sexualidade é uma necessidade biológica e emocional que influencia diretamente em nosso metabolismo. Assim, devemos, juntos aos nossos parceiros, reservar um tempo para esse momento tão importante de intimidade.

Conheça bem seu (sua) parceiro (a) e seja generoso (a)

Sexo é troca. Uma sexualidade saudável é definida como aquela que agrada e satisfaz a pessoa, é vivida com consentimento de todos os envolvidos, vivida com segurança e responsabilidade. Para isso, é importante conhecer as preferências, as fantasias, as limitações e as vontades do (a) parceiro (a). Não tenha vergonha de perguntar caso seja necessário, sempre de forma gentil e carinhosa.

Pratique atividades físicas

Com apenas 30 minutos de caminhada por dia, o homem reduz em até 41% o risco de desenvolver disfunção erétil, de acordo com um estudo publicado pela Universidade de Harvard. 

Alimente-se adequadamente

Uma alimentação rica em frutas, verduras, grãos, legumes e peixes também reduz o risco de disfunção erétil. É recomendada uma dieta que tenha frutos do mar, salmão, truta, cereais e iogurte. 

Fique de olho na balança

A obesidade eleva significativamente os riscos de doenças vasculares e diabetes, duas das maiores causas de impotência sexual no homem. Um levantamento do Centro de Referência em Saúde do Homem, da Secretaria de Estado da Saúde, na capital paulista, revelou que 35% dos homens em tratamento para disfunção sexual na unidade sofrem de diabetes. A diabetes, quando não controlada corretamente, causa o estreitamento das artérias e diminui a circulação do sangue dificultando a ereção. Homens diabéticos que possuem outras condições crônicas têm risco maior de piora no quadro de disfunção erétil. Por isso, é fundamental o acompanhamento e tratamento correto da diabetes. 

Assim como podemos ter problemas em vários outros aspectos da vida, como o trabalho, o físico, as emoções, também podemos ter problemas ou dificuldades com a sexualidade e com o sexo. É importante ter informação e saber o que fazer para ter uma resposta positiva do organismo ou da mente indicando que nossas ações estão sendo satisfatórias. Fique atento com sua saúde sexual! 

11 de outubro de 2019