• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811 Restrito
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

    Saúde sexual e autoestima

    A forma como nos enxergamos influencia diretamente em nosso modo de agir em diversas áreas da vida. Quando falamos do sexo, não é diferente. A visão que temos de nós mesmos, seja em termos estéticos ou considerando outros fatores mais subjetivos (carisma, personalidade, etc), pode contribuir ou prejudicar os momentos de prazer na famosa hora H. 

    Por isso, neste blog abordaremos qual o papel que a autoestima exerce em nossa vida sexual. 

    Como a autoestima é construída?

    A nossa autoestima é construída ao longo de toda a vida. Desde a infância, com as primeiras interações com o mundo, passando pela adolescência, onde o desejo de “se encontrar” e se encaixar em determinado grupo pode gerar certa confusão e crises de identidade. 

    Os pensamentos que temos de nós mesmos formam o que podemos chamar de autoconceito, que vai se cristalizando em nossa mente durante a juventude e a vida adulta. 

    Como a baixa autoestima pode atrapalhar a vida sexual? 

    Alguém que não se sente bem consigo mesmo pode não se sentir 100% relaxado durante o ato sexual. A ansiedade e os vários questionamentos sobre si mesmo que surgem na mente podem ocasionar a impotência sexual emocional, que pode se tornar uma “bola de neve” a cada episódio. 

    Desse modo, é importante que o homem busque o tratamento adequado e estabeleça um diálogo franco com a parceira(o) sobre o assunto, para que recupere sua confiança e aproveite o ato sexual em sua plenitude.

    Mudando a percepção de si mesmo

    Buscar o suporte de um terapeuta ou psicólogo certamente é uma opção que deve ser considerada se por alguém que possui problemas de autoestima. Além disso, existem algumas mudanças na rotina que podem contribuir neste processo, tais como: 

    • Não fomentar o sentimento de culpa: pessoas com baixa autoestima tendem a se punir quando algo não vai bem em qualquer área da vida, inclusive no ato sexual. Ficar remoendo o sentimento negativo certamente não irá ajudar. 
    • Evite comparações com os outros: especialmente após a expansão das redes sociais, estamos constantemente nos comparando com outras pessoas, e isto pode trazer a sensação de que não estamos progredindo como deveríamos, gerando frustração que pode impactar sim o momento de prazer. Entender que cada indivíduo tem o seu próprio caminho é importante. 
    • Desenvolva hobbies: mesmo com a rotina repleta de afazeres, é importante encontrar momentos para arejar a cabeça e relaxar. Atividades físicas, assistir filmes e séries, ou mesmo comer no restaurante favorito podem ajudar a dar o toque de leveza que a vida precisa. 
    • Não se prenda ao passado: é comum vermos pessoas que ficam presas a uma ou várias experiências negativas, o que causa um dano grave à forma como se veem. Momentos ruins sempre vão existir, mas devem servir de aprendizado, não como obstáculo para que se vivencie o presente. 
    Conclusão

    O objetivo do texto foi ressaltar a importância a autoestima tem para a vida do homem, inclusive quando falamos de sexo. Buscar enxergar as qualidades ao invés de focar nos defeitos e problemas, além de procurar o suporte devido para manter a saúde mental é importantíssimo. 

    Se você possui este problema e leu o texto até aqui, não deixe de buscar ajuda.

    Conheça a Master Medical

    A Master Medical Group é referência no tratamento de problemas da saúde sexual do homem, como falta de libido, ejaculação precoce e falta de ereção, atuando com tratamentos individualizados e suporte multidisciplinar.

    Possuímos larga experiência no mercado, com unidades no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Salvador, além de sermos a única clínica brasileira inscrita na Sociedade Europeia de Medicina Sexual e Andrologia.

    Conheça mais sobre o nosso trabalho clicando aqui

    17 de novembro de 2020