• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

O que fazer se as ereções involuntárias não acontecem?

Costuma acordar com o pênis ereto? Então, fique tranquilo! Já que a ausência de ereções involuntárias é o primeiro sinal de que precisa cuidar da saúde. Além de perfeitamente normal, as ereções noturnas ou involuntárias, aquelas que acontecem sem estímulo sexual ou erótico, são um indicativo de que tudo vai bem com a sua saúde sexual. Quanto mais sangue circula no seu pênis, mais oxigenado ele fica e maior é a garantia de boas ereções no futuro.

Se as ereções involuntárias não estão acontecendo, não quer dizer que você já esteja sofrendo de disfunção erétil ou alguma outra doença. Porém, caso as ereções involuntárias não estejam ocorrendo, acenda o sinal de alerta para buscar um tratamento adequado para verificar se a causa da falta de ereção involuntária é um leve descontrole hormonal ou se isso está vinculado a um problema mais grave.  A ausência de ereções involuntárias é o alerta de que precisa cuidar da saúde.

Atenção com as doenças silenciosas! 

Antes de mais nada, é importante saber que algumas doenças silenciosas, aparentemente sem relação com a disfunção erétil, podem estimular o aparecimento da fibrose peniana e inibir a circulação de sangue dentro do pênis. Isso dificulta a ereção, sobretudo as involuntárias. Diabéticos, por exemplo, podem ter os nervos ou vasos sanguíneos que controlam o fluxo de sangue danificados. Já quem tem alguma doença cardiovascular, como o endurecimento das artérias, pode ter o fluxo de sangue mais lento ao ponto de não conseguir atingir a rigidez necessária para a ereção. Problemas hormonais, tabagismo, alcoolismo, o uso de drogas ilícitas, câncer de próstata, entre outros, também são fatores que podem alterar a circulação sanguínea no pênis.

A ausência de ereções involuntárias é sinal de que precisa cuidar da saúde.

Portanto fique alerta caso suas ereções involuntárias estejam com alguma alteração. Tenha atenção redobrada às ereções involuntárias. A ausência delas pode ser o primeiro sinal de que você precisa cuidar do funcionamento do seu pênis para não ter complicações futuras.

Os tratamentos podem variar, desde medicamentos para estimular a circulação sanguínea no pênis até mesmo a reposição hormonal. Não espere que situações mais graves aconteçam para buscar ajuda. Saiba que as ereções noturnas e involuntárias são um sinal de que a saúde do seu pênis vai bem. Se elas não ocorrem há algum tempo, já é motivo suficiente para buscar ajuda médica!

 

3 de fevereiro de 2020