• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811 Restrito
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

    Boa alimentação e vida sexual saudável caminham juntas

    Pense por alguns segundos e responda a si mesmo: como anda a sua alimentação

    Manter uma dieta equilibrada traz inúmeros benefícios para o organismo, inclusive quando falamos de sexo. Ao longo deste blog, iremos te explicar as razões para isso e dar algumas dicas. Vamos lá? 

    Circulação sanguínea 

    Em meio as obrigações da rotina, nem sempre damos atenção a isso e temos acesso a várias tentações: petiscos, alimentos ultraprocessados, frituras em excesso, entre outros. 

    Todas elas, quando consumidas de maneira desregrada, podem prejudicar a circulação do sangue pelo corpo devido ao acúmulo de gordura, o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares e também prejudica as ereções. 

    Por outro lado, ingerir alimentos frescos e incluir mais frutas, vegetais e legumes em sua dieta dá ao organismo os nutrientes necessários para o seu pleno funcionamento e produção de hormônios. Peixes (ricos em Ômega 3) Vitaminas do Complexo B, vegetais de folhas verde escuras, frutas e chocolate amargo são exemplos de itens que contribuem para o aumento de serotonina, dopamina e noradrenalina, hormônios ligados ao prazer, dando aquela força na hora H.

    O álcool não é um aliado

    Sabemos que muitos acreditam que o álcool pode contribuir para a melhora do desempenho sexual, por deixar a pessoa mais relaxada e desinibida. E quando consumido em pequenas quantidades, isso até pode ser verdade.

    Entretanto, conforme os copos, taças e doses vão aumentando, o álcool demonstra a sua verdadeira “vocação”, que é causar sonolência e tornar os nossos reflexos mais lentos, o que é claro, atrapalha na hora de conseguir manter uma ereção.

    Sendo assim, vale seguir o que todo comercial de bebida alcoólica indica: aprecie com moderação, e fique de olho na sua saúde.

    E o que comer ou evitar antes do sexo?

    O nosso último tópico é leve, mas motivo de muitas dúvidas. É comum que antes do grande momento, os casais conversem e façam alguma refeição, seja em casa ou em bares e restaurantes. 

    Nessa hora, vale seguir os mesmos critérios adotados no tópico em que falamos da circulação: dê preferência a carnes brancas, como frango e peixes, legumes cozidos no vapor, pois possuem carboidrato e dão energia. Uma tacinha de vinho pode ser bem-vinda, mas sem exageros. E se quiser uma boa sobremesa, vale apostar no chocolate meio-amargo. 

    Quanto aos alimentos que devem ser evitados, não existe muito mistério: bebidas muito gaseificadas, feijão, frituras em geral e carnes suínas são de digestão mais complexa e podem atrapalhar o desempenho sexual. 

    Comer bem e realizar exames: dupla aliada de uma boa vida sexual

    Uma boa alimentação contribui para prevenir inúmeras doenças que podem atrapalhar o homem durante o sexo: pressão alta, diabetes, colesterol e relacionadas à próstata são só alguns exemplos. 

    Além disso, é importante se livrar de qualquer tabu ou preconceito e realizar exames preventivos para verificar como anda a saúde do corpo, pois assim é possível detectar possíveis problemas logo no começo e buscar a maneira mais eficaz de tratá-los.  

    Conclusão

    O texto mostrou que a alimentação saudável aliada a outros hábitos pode contribuir para uma vida sexual plena, além de impactar de maneira positiva todas as outras áreas da vida. Por isso, fique atento aos sinais do seu corpo, evite exageros em sua dieta e cuide-se bem! 

    Conheça a Master Medical

    A Master Medical Group é referência no tratamento de problemas da saúde sexual do homem, como falta de libido, ejaculação precoce e falta de ereção, atuando com tratamentos individualizados e suporte multidisciplinar.

    Possuímos larga experiência no mercado, com unidades no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Salvador, além de sermos a única clínica brasileira inscrita na Sociedade Europeia de Medicina Sexual e Andrologia.

    Conheça mais sobre o nosso trabalho clicando aqui.

    27 de janeiro de 2021