• 4020-8811
  • [email protected]
  • Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 20h, Sábado, das 9h às 14h
4020-8811
X
LIGUE GRÁTIS
MARQUE SUA CONSULTA
Segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 14h

Andropausa: aprenda a lidar com a síndrome metabólica

Saiba tudo sobre a queda dos hormônios sexuais masculinos no processo de envelhecimento 

Muitas campanhas de conscientização estão sendo feitas em todo o país para falar sobre a importância para que os homens adquiram hábitos saudáveis e cuidados preventivos.  Isso contribui numa mudança do comportamento dos homens para que a partir dos 40 anos eles possam estar melhor preparados para conviver com o declínio gradual da testosterona no organismo. 

Diferentemente dos sintomas causados pela menopausa em mulheres, a DAEM (Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino), menopausa masculina, não é um processo generalizado. Segundo pesquisas apenas 33% dos homens com mais de 55 anos de idade tiveram sua vida sexual afetada por esse mal. 

Por isso, com a mudança de comportamento dos homens, que estão de fato buscando se cuidar mais, indo ao médico, realizando exames preventivos e consultas não apenas quando já possuem algum sintoma ajuda muito. Pois deste modo muitos homens já identificam o processo de envelhecimento e o assunto passa a ser abordado de frente. 

Os principais sintomas da andropausa são: 

  • Diminuição do desejo sexual e disfunção erétil
  • Redução da fertilidade e a diminuição do tamanho dos testículos.
  • Perda de massa óssea, massa muscular. Causando perda de energia e o aumento de gordura corporal
  • Alteração do humor 
  • Cansaço 

Diagnóstico e tratamento

Se estes sintomas o afligem a primeira coisa a fazer é buscar ajuda médica especializada. O médico irá indicar todos os exames clínicos e laboratoriais e aplicar questionários para identificar os sinais da síndrome. 

Nesse processo pode ocorrer a reposição de testosterona tendo a diminuição dos sintomas e melhor desejo sexual, com um aumento da disposição e bem estar do paciente. 

Mas fique atento! A prática regular de exercícios físicos e cuidados com a alimentação ajudam a evitar os incômodos da andropausa. 

12 de agosto de 2019